Site da USP
Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Facebook

Eliane Comoli

Eliane-Comoli-150x150 Orientadora
Departamento de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
+55 (16) 3315 4525 ou 3315 4630 (Lab)

PROFESSORA DOUTORA DO DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO/USP.

FORMAÇÃO 

  • 2010 – 2010: Estágio no laboratório do Dr. Michael Brecht, Bernstein Center for Computational Neuroscience, Humboldt University, Berlim-Germany Fellowship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, processo # 97/10490-0.
    2002 – 2003: Pós-Doutoramento na Washington University School Of Medicine Saint Louis MO USA, WU, USA. Supervisionada por Arthur D Loewy. Grant: NIH
  • 2001-2002: Estágio durante o doutorado no Laboratório do Dr. Peter Redgrave na Sheffield University, UK. Fellowship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, processo # 97/10490-0.
  • 1998 – 2002: Doutorado em Ciências (Fisiologia Humana) pela Universidade de São Paulo, SP, Brasil. Orientador: Newton Sabino Canteras. Fellowship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, processo # 97/10490-0.
  • 1995 – 1998: Mestrado em Psicologia (Neurociências e comportamento) pela Universidade de São Paulo, SP, Brasil. Orientador: Newton Sabino Canteras. Fellowship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, processo # 95/1765-0.
  • 1991 – 1994: Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, USP, SP, Brasil. Orientador: Jarbas Francisco Giorgini. Fellowship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, processo # 92/04423-5.

HISTÓRICO PROFISSIONAL:

  • Professor Assistente Doutor da Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Fisiologia desde 2005.
  • Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Ciências Fisiológicas de 2004 a 2005.

LINHA DE PESQUISA:

Nossa linha de pesquisa está relacionada à investigação das bases neurais de comportamentos motivados, tais como defesa e predação.

Através do uso de um marcador de atividade neuronial, nós caracterizamos os setores neurais ativos na predação e verificamos que diferentemente de outros comportamentos motivados tais como defesa e reprodução que são organizados num circuito interno na zona medial do hipotálamo, o comportamento predatório está mais relacionado com estruturas do tronco encefálico, em especial o Colículo Superior (CS).

O comportamento predatório em ratos conta com o envolvimento de setores bastante específicos na sub-região lateral do CS (CSl) que é um setor bastante envolvido com a integração de informações somatosensoriais da região da face e das vibrissas. Notamos que lesões neuroquímicas nesse setor colicular, assim como a remoção das vibrissas compromete a eficácia do comportamento predatório. Dessa forma demonstramos um papel sensoriomotor relevante do CS na resposta predatória. Verificamos que na resposta de defesa ao predador natural outra sub-região do CS encontra-se ativa, a sub-região medial (CSm) o que sugeriu fortemente uma organização funcional distinta entre as sub-regiões do CS.

Para verificarmos essa segregação funcional presente no CS de roedores realizamos experimentos de rastreamento neuronial e identificamos as estruturas aferentes que podem modular respostas de aproximação e defesa mediadas pelos eferentes do CS no tronco cerebral. Notamos que com relativamente poucas exceções, há pouca sobreposição nas projeções aferentes para o CSm (defesa) e lateral (aproximação), e o CSm recebe modulação de um número maior de estruturas ao longo do encéfalo.

Baseado nesses achados resolvemos investigar uma situação em que os ratos fossem expostos simultaneamente às presas e ao predador natural e verificamos que 100% dos ratos apresentavam resposta de defesa e a ativação neural do circuito de defesa e, do nosso interesse, ativação no CSm. Nessa circunstância comparamos com o material histológico de animais que predaram, nas regiões coliculares, talâmicas e núcleos da base e também notamos atividade diferencial no tálamo e núcleos da base.

Assim, realizamos experimentos de rastreamento neuronial anterógrado que mostram que o CSm projeta-se para setores talâmicos ativos na resposta de defesa e o CSl projeta-se diferentemente para setores talâmicos ativos na predação. A partir desses resultamos decidimos expandir nosso projeto para estudos comportamentais envolvendo a seleção comportamental em resposta ao conflito, em que o rato seria exposto simultaneamente ao predador e às presas após jejum prolongado.

Notamos que nessa circunstância cerca de 50% dos ratos apresenta resposta defensiva e o circuito de defesa ativados e outros 50% apresentam resposta de predação e circuito de defesa desativado. Ainda, verificamos algo bastante interessante nesses animais, um setor distinto de ativação nos núcleos da base (estriado).

As projeções tálamo-estriatais são organizadas topograficamente. Essa topografia associada aos nossos dados funcionais sugere fortemente que haja uma via tálamo-estriado anátomo-funcionalmente segregada. Acreditamos que alças sub-corticais dos núcleos da base envolvendo o CS estejam envolvidas na seleção comportamental.

Com o objetivo de avaliarmos a possível ligação anatômica das alças tecto-talâmicas e tálamo-estriatais nós injetamos uma mistura de rastreadores anterógrado e retrógrado numa região específica do tálamo e observamos que esse setor talâmico ativo na resposta de defesa recebe projeções do CSm e projeta-se densamente para setores caudais do caudo-putamen (estriado), também ativo na resposta de defesa quando o animal está em conflito (após restrição alimentar).

Mediante o exposto nosso grande interesse é investigar o papel das alças sub-corticais dos núcleos da base envolvendo o CS na tomada de decisões em situações de conflito. Esse projeto é vitalmente importante porque permitirá obtermos maiores entendimentos das alças sub-corticais dos núcleos da base na seleção comportamental; ainda porque muitas das doenças dos núcleos da base em humanos podem ser interpretadas como má função da seleção comportamental.

Pacientes com esquizofrenia ou déficits atencionais da desordem de hiperatividade tem dificuldades de manter seleções e excluir distratores irrelevantes. Alternativamente pacientes com desordem de compulsão obsessiva ou que são viciados em drogas, selecionam comportamentos particulares repetidamente à exclusão patológica de outros.

Nosso trabalho implicando o uso de ratos, gato e baratas é motivado pelo pensamento de que “para entendermos e consertarmos uma maquinaria complicada que está quebrada, só se pode fazê-lo através de um melhor entendimento de como supostamente ela funciona em condições normais”. Nosso principal colaborador nessa linha de pesquisa é o Prof. Peter Redgrave da University of Sheffield, UK.

PUBLICAÇÕES RELEVANTES

  1. COMOLI, E.; FAVARO, P.D.N.; VAUTRELLE, N.; LERICHE, M.; OVERTON, P. AND REDGRAVE, P. Segregated anatomical input to sub-regions of the rodent superior colliculus associated with approach and defense. Frontiers in Neuroanatomy v. 6, article 9, 2012.
  2. FAVARO, PN; GOUVEA, TH, OLIVEIRA, SR, VAUTRELLE, N, REDGRAVE,P AND COMOLI, E. The influence of vibrissal somatosensory processing in rat superior colliculus on prey capture. Neuroscience, 16:318-27, 2011.
  3. REDGRAVE, p; COIZET, V; COMOLI, E; MCHAFFIE, J.G; VAZQUEZ, M.L; VAUTRELLE, N; HAYES, L.M; OVERTON, P. Interactions between the midbrain superior colliculus and the basal ganglia. Frontiers in Neuroanatomy, v.4, p.132, 2010.
  4. COMOLI, Eliane, BARBOSA, Erika Renata Ribeiro, NEGRAO, Nubio, GOTO, Marina, CANTERAS, Newton Sabino Functional mapping of the prosencephalic systems involved in organizing predatory behavior in rats. Neuroscience. , v.130, p.1055 – 1067, 2005.
  5. COMOLI, Eliane, COIZET, Veronique, BOYES, Justin, BOLAM, J Paul, CANTERAS, Newton Sabino, QUIRK, Rachel H, OVERTON, Paul G, REDGRAVE, Peter A direct projection from superior colliculus to substantia nigra for detecting salient visual events. Nature Neuroscience. , v.6, p.974 – 980, 2003.
  6. COIZET, Veronique, COMOLI, Eliane, WESTBY, G W Max, REDGRAVE, Peter Phasic activation of substantia nigra and the ventral tegmental area by chemical stimulation of the superior colliculus: an electrophysiological investigation in the rat. European Journal of Neuroscience. , v.17, p.28 – 40, 2003. citações: 32
  7. COMOLI, Eliane, BARBOSA, Erika Renata Ribeiro, CANTERAS, Newton Sabino Predatory hunting and exposure to a live predator induce opposite patterns of Fos immunoreactivity in the PAG. Behavioural Brain Research. , v.138, p.17 – 28, 2003. citações: 50
  8. COMOLI, Eliane, BARBOSA, Erika Renata Ribeiro, CANTERAS, Newton Sabino Afferent connections of the Dorsal Premammillary Nucleus. Journal of Comparative Neurology. , v.423, p.83 – 98, 2000. citações: 26

REDES SOCIAIS